Notícias

Cientista brasileira do SeaWorld tem projeto de pesquisa com tubarões brancos

Escrito por SeaWorld b2b

29 AGO 2022 - 09H45 (Atualizada em 21 SET 2022 - 12H09)

Em um esforço contínuo de preservação da vida marinha por meio de pesquisa científica, o SeaWorld e a Ocearch renovaram a sua parceria de anos para coletar dados importantes no estudo de espécies na natureza. A parceria é focada nas áreas de resgate, pesquisa, educação e políticas para garantir populações selvagens saudáveis e abundantes.

A veterinária e fisiologista reprodutiva do SeaWorld, Dra Gisele Montano, que é brasileira, participa das expedições da Ocearch desde 2019 estudando a reprodução de tubarões brancos na Costa Leste dos Estados Unidos e Canadá. “O SeaWorld e a Ocearch têm uma importante parceria. A Ocearch permite que pesquisadores como eu possam estudar animais na natureza com a tecnologia e técnicas que eu utilizo nos parques,” disse a Dr. Gisele Montano, que ocupa o cargo de Diretora de Sustentabilidade de Espécies no SeaWorld. “Estamos trabalhando juntos para aprender mais sobre os tubarões brancos com o objetivo de protegê-los na natureza.”

O fundador da Ocearch e líder das expedições a campo, Chris Fischer, disse “A parceria com o SeaWorld tem sido fundamental para tornar a nossa pesquisa possível. Eles nos ajudaram a construir e ampliar as nossas disciplinas científicas para maximizar a quantidade de conhecimento e dados coletados de cada animal, os quais fazemos as marcações e depois soltamos. A expertise deles em biologia reprodutiva está liderando as descobertas sobre como os tubarões brancos acasalam, se reproduzem e dão à luz. Esperamos continuar a parceria por muitos anos para podermos coletar mais dados e devolver o equilíbrio aos nossos oceanos.”

“Desde o começo da nossa parceria com a Ocearch, nós nos orgulhamos em colaborar com a preservação e pesquisa feita por essa comunidade de cientistas que tem o objetivo comum de garantir um futuro positivo para os tubarões”, disse Dr. Chris Dold, Chefe de Operações Zoológicas do SeaWorld Parks & Entertainment.

Estudo científico em campo

O estudo científico é conduzido a bordo do barco de pesquisa M/V OCEARCH, que mede 38.4 metros. Ele funciona como um laboratório flutuante e estão a ponto de começar a expedição número 44, agora no final de 2022.

Durante as expedições a bordo da embarcação da OCEARCH, o trabalho da Dra Gisele é de fazer ultrassom de todos os tubarões e coletar sêmen dos machos adultos. O objetivo desses exames é contribuir com imagens diagnósticas para o assessoramento da saúde geral e reprodutiva de cada indivíduo, investigar quais são as possíveis áreas de acasalamento de tubarões brancos e estudar parâmetros de fertilidade nos machos. O imenso movimento e os dados que a Dra Gisele e sua equipe receberam dos tubarões rastreados até o momento permitem concluir que tanto machos quanto fêmeas da espécie passam um tempo na região costeira dos estados das Carolinas durante a sua migração anual em direção ao norte da costa do Atlântico.

O rastreador global de tubarões da Ocearch armazena informações sobre animais marinhos resgatados, reabilitados e devolvidos à natureza. Ele possibilita tanto para a comunidade científica quanto para o público a oportunidade de aprender mais sobre espécies ameaçadas.

As equipes de veterinários, cientistas e pesquisadores da Ocearch e do SeaWorld trabalham juntos nessas expedições para compartilhar conhecimento e experiência, o que contribuirá com a missão compartilhada de continuar educando futuras gerações e lutando pela saúde dos oceanos e dos animais marinhos.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por SeaWorld b2b, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.